sábado, 13 de junho de 2009

Cultura, Festas Juninas, folclore brasileiro.

Renascem as tradições do mês de junho, o mês do folclore brasileiro. Em toda a parte ardem fogueiras, sobem balões, dançam-se quadrilhas, girândolas de fogos rebentam no ar. Fogueiras e balões, fogos de artifício, sortes, adivinhas, canjica, pamonha ou milho assado nas brasas da fogueira, a música ao som da viola ou da harmônica, indumentária colorida, danças regionais, cantorias e rodas, banhos-de-cheiro, parentesco, pássaros e bois nos terreiros, eis a riqueza cultural que cerca o mês de junho. De Norte a Sul, o país é tomado de uma febril excitação. Permanece no ar estagnação de aromas. O povo se confraterniza. Sanfona, viola e quentão fazem furor nas festas juninas . Enfim, a alegria se visualiza em todas as fases.
Vários elementos folclóricos são próprios do mês de junho e nele se manifestam com todo o esplendor. Uma grande parte é exclusiva da época, não pode ser vista ou realizada noutra ocasião, como as fogueiras, os balões, as adivinhas matrimoniais, as sortes. Há também uma culinária típica e, em alguns Estados, como o Pará, influências ambientais acentuam a cor local: ali, na noite de São João, é hábito tomar banhos-de-cheiro, isto é, banhos da felicidade.