terça-feira, 16 de junho de 2009

Cultura, Lei Rouanet e a política da Cultura.

É difícil essa discussão sobre os critérios da Lei Rouanet, depois da decisão do Ministro da Cultura Juca Ferreira, em rever a decisão da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura , de vetar projeto de R$ 2 mi para a temporada de Caetano Velloso de lançamento de seu CD. A lógica da CNIC deveria ser a do Ministério.
A Comissão Nacional de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, que analisa pleitos de dinheiro através da Lei Rouanet, desacolheu o de Caetano Veloso, de 2 milhões de reais, para patrocínio de seu “Tour Caetano Veloso”, a turnê do trabalho “Zii e Zie”, lançado esse ano – mais um CD medíocre. A Comissão já havia negado pedido de Maria Bethânia ano passado, revertido pelo ministro, que tem poderes para tanto. É um absurdo Maria Betânia e Caetano Veloso serem negados perante a CNIC. A opnião pública comprova isso.